Enviar por e-mailVersão para impressão

Notícias

    Abertas as inscrições para o 36º Encontro Estadual de Assistentes Sociais do MA

    Publicado em 23 de março de 2015

    post_encontro_facebookJá estão abertas as inscrições para o 36º Encontro de Assistentes Sociais do Estado do Maranhão. O evento ocorrerá nos dias 13, 14 e 15 de Maio, no Centro Pedagógico Paulo Freire, Cidade Universitária / UFMA, São Luís (MA). Profissionais podem se inscrever online e presencialmente.

    O 36º Encontro de Assistentes Sociais do Maranhão terá como tema “Projetos societários, atribuições e competências do Assistente Social nas políticas públicas”. O evento é uma realização do Conselho Regional de Serviço Social do Maranhão (CRESS/MA) e conta com apoio do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) e da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

     

    INSCRIÇÕES PARA PROFISSIONAIS

    A inscrição de profissionais para o 36º Encontro de Assistentes Sociais do Maranhão custa R$ 60,00 para Assistentes Sociais adimplentes (anuidades pagas até 2014). Para os demais, o valor será de R$ 100,00.

    Para realizar a inscrição no evento, o profissional deverá encaminhar uma ficha de inscrição preenchida juntamente com o comprovante de pagamento para o e-mail inscricoescressma@gmail.com.

    A inscrição também pode ser realizada presencialmente na sede do CRESS na Rua 13 de Maio/Rua de São João, 121, Centro, São Luís/MA.

    Presencialmente, o pagamento poderá ser feito em dinheiro ou no débito. Para as inscrições online, o mesmo poderá ser realizado através de depósito ou transferência.

     

    Inscrições para profissionais

    Ficha de inscrição

      TRANSFERÊNCIA/DEPÓSITOS BANCÁRIOS Estão disponibilizadas duas contas para realização das transferências ou depósitos, são elas: Caixa Econômica Federal agência 1521, conta corrente 533-9, operação 003. Banco do Brasil agência 0020-5, conta corrente 9365-3.   INSCRIÇÕES PARA ESTUDANTES EM BREVE!

    5° Seminário da Frente contra a Privatização da Saúde ocorrerá em Março

    Publicado em 5 de março de 2015

    Com o tema “Saúde, crise do capital e lutas sociais na América Latina”, o seminário ocorrerá na cidade do Rio de Janeiro (RJ) entre os dias 27 e 29 de Março. As inscrições podem ser feitas até 10 de março e custam R$ 15,00.

     O V Seminário discutirá a situação da saúde pública no Brasil, em especial as causas que impedem o SUS de avançar na assistência à saúde do povo como, por exemplo, o avanço das privatizações, as transferências de recursos públicos para o setor privado e o subfinanciamento crônico.

    Além disso, o evento debaterá, também, como a crise estrutural do capital na contemporaneidade tem se refletido na política de saúde. Para isso, serão mostradas experiências de lutas e resistências dos movimentos sociais na América Latina e Europa, identificando a importância deste processo na construção de uma agenda unificada para a saúde.

    Os grupos de trabalho abordarão temáticas como “Modelos privatizantes de gestão”, “O SUS e a saúde do trabalhador”, “Conselhos e conferências da saúde”, “Saúde, ambiente e luta no campo e na cidade”, “Programa Mais Médicos, formação em saúde e modelo assistencial”, “Saúde mental” e “Gênero, sexualidade e direito à saúde”.

    O evento acontecerá na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Para realizar a sua inscrição, acesse: “Inscrição V Seminário da Frente Contra a Privatização da Saúde”.

Ver notícias anteriores

Agenda

Abertas as inscrições para o 36º Encontro Estadual de Assistentes Sociais do MA

Publicado em 23 de março de 2015

post_encontro_facebookJá estão abertas as inscrições para o 36º Encontro de Assistentes Sociais do Estado do Maranhão. O evento ocorrerá nos dias 13, 14 e 15 de Maio, no Centro Pedagógico Paulo Freire, Cidade Universitária / UFMA, São Luís (MA). Profissionais podem se inscrever online e presencialmente.

O 36º Encontro de Assistentes Sociais do Maranhão terá como tema “Projetos societários, atribuições e competências do Assistente Social nas políticas públicas”. O evento é uma realização do Conselho Regional de Serviço Social do Maranhão (CRESS/MA) e conta com apoio do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) e da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

 

INSCRIÇÕES PARA PROFISSIONAIS

A inscrição de profissionais para o 36º Encontro de Assistentes Sociais do Maranhão custa R$ 60,00 para Assistentes Sociais adimplentes (anuidades pagas até 2014). Para os demais, o valor será de R$ 100,00.

Para realizar a inscrição no evento, o profissional deverá encaminhar uma ficha de inscrição preenchida juntamente com o comprovante de pagamento para o e-mail inscricoescressma@gmail.com.

A inscrição também pode ser realizada presencialmente na sede do CRESS na Rua 13 de Maio/Rua de São João, 121, Centro, São Luís/MA.

Presencialmente, o pagamento poderá ser feito em dinheiro ou no débito. Para as inscrições online, o mesmo poderá ser realizado através de depósito ou transferência.

 

Inscrições para profissionais

Ficha de inscrição

  TRANSFERÊNCIA/DEPÓSITOS BANCÁRIOS Estão disponibilizadas duas contas para realização das transferências ou depósitos, são elas: Caixa Econômica Federal agência 1521, conta corrente 533-9, operação 003. Banco do Brasil agência 0020-5, conta corrente 9365-3.   INSCRIÇÕES PARA ESTUDANTES EM BREVE!

Mulheres, desafios e conquistas

Publicado em 8 de março de 2015

10362946_918763778157898_5385991980949171957_Por: Prof(a). Silvane Magali Nascimento          Professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e militante do movimento de mulheres Como nos lembra Rita Lee, “mulher é bicho esquisito...um sexto sentido maior que a razão...”. Essa mistura de razão e sentimentos nos faz “misturar dor e alegria”, como a Maria, Maria de Milton Nascimento e Fernando Brant e dessa forma, seguimos construindo a História desde o seu principio.

As mulheres desde a denominada Pré-História se fazem presente com o seu trabalho, com criatividade e na relação de cuidados com os recursos naturais, base de sustentação da humanidade desde então. Na Antiguidade muitas mulheres se destacaram em pesquisas que foram fundamentais para o avanço da ciência e seguiram criando e inovando na Idade Média. E muitas delas por revelarem conhecimentos incompreensíveis à ciência foram denominadas de bruxas e pagaram com a vida pela ousadia dos seus conhecimentos.

Na Idade Moderna, as mulheres foram fundamentais para sustentar a sociedade capitalista em seu nascedouro: mão de obra nas fábricas e indústrias, participação nas Guerras, donas de casas a garantir o funcionamento da sociedade.

Na contemporaneidade, continuamos a construir, a produzir, a criar as sociedades. Porém, continuamos invisíveis em muitas dessas participações. Temos os menores rendimentos, vivenciamos desigualdades e explorações no trabalho, na educação (apesar do crescimento das mulheres no ensino superior nos diversos países, inclusive no Brasil).

“Dondoca é uma espécie em extinção”, mais uma vez lembrando Rita Lee. E é fato. As mulheres buscam ocupar os seus espaços com trabalho, com demonstração de garra e competência. Para muitas, o trabalho se faz presente desde sempre, como é o caso das mulheres negras no Brasil que chefiaram famílias após a abolição e cuja participação nas lutas deu-se desde os tempos da Senzala. Lembremos de Dandara, Luiza Mahim, Aqualtune, Carolina Maria de Jesus, Na Agontime e outras.

Mas a lutas dessas mulheres continuou, pois “quem trás na pele essa marca possui a estranha mania de ter fé na vida” e aí citamos: Maria Aragão, Margarida Alves, Chiquinha Gonzaga, Lélia Gonzalez, Angela Davis, Anita Garibaldi, Berta Lutz, Simone de Beauvoir, Olga Benário, Laudelina Campos de Melo, Maria Firmina, Maria da Penha e tantas e tantas...

E no Maranhão, as mulheres de forma sub-repticia ou explicitamente vão enfrentando “a dor e delicia de ser o que é” SER MULHER, às vezes “Amélias sem a menor vaidade”, outras, simples “Mulheres de Atenas”, aqueles que vivem abnegadas pela e para a felicidade alheia, muitas tratadas como GENIS, apedrejadas e torturadas pelas cidades, outras tantas são: Cora Coralina, Angela e Leila Diniz ou Elis presentes e recriadas em nós e em mulheres como: Dada, Ieda Batista, Silvia Cantanhede, Dica e outras companheiras que por aqui passaram e deixaram marcas da sua História.

Essas mulheres foram e são inspirações para as nossas lutas feministas e femininas cotidianamente. E com essas inspirações, conquistamos muito nos últimos anos. Mas muito ainda nos falta.

E nós, assistentes sociais, categoria cuja presença feminina é majoritária e cujo trabalho volta-se expressivamente às mulheres, especialmente às mulheres pobres, temos como desafio, colocarmos a condição das mulheres como centralidade do nosso trabalho. E os nossos Congressos, Encontros e produções já indicam o quanto estamos contribuindo nessa construção. A organização das mulheres é parte central da luta internacional de trabalhadores (as).

Nesse sentido é importante destacar a força que nós mulheres mostramos na História contemporânea a exemplo da luta das mulheres no Oriente. Estamos e somos cada vez mais conscientes que “nós podemos muito, nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será”.

FELIZ 8 DE MARÇO – DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Parceiros

Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) 2a região

Rua 13 de Maio, 121, Centro. CEP: 65015-040. São Luís/MA

E-mail: cressma@veloxmail.com.br

Horário de funcionamento: 13h às 19h (segunda a sexta-feira)

Telefone: (98) 3222 7676 | 3232 6029 |3232 2557 | Celular institucional: (98) 8896 9254